segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Jefferson acredita que Botafogo não vai bem como visitante por sentir falta da torcida

    O Botafogo realmente não vem tendo um bom desempenho fora de casa. Em nove jogos, foram cinco derrotas, dois empates e duas vitórias. Um fraco aproveitamento de 29,6%. Dentro do Engenhão, no entanto, a história é completamente diferente. Venceu 10 das 13 partidas disputadas no estádio, com apenas três empates, conquistando 84,6% dos pontos. Jefferson já elegeu o motivo da diferença dos números.
    “Sentimos a falta do torcedor. Quando o jogo é em casa, já entramos no clima, sentindo na pele. Já entramos ligados, querendo o gol. Temos que conseguir fazer o mesmo fora de casa”, disse.
    O goleiro reclama da postura do time jogando como visitante e aponta o fator psicológico como um dos empecilhos para chegar a vitória.
    “Temos que saber trabalhar essa pressão de ganhar fora de casa. É claro que estamos precisando de pontos como visitante, mas estamos jogando contra grandes equipes, como o Grêmio, por exemplo. Estamos indo para lá visando os três pontos, mas não podemos deixar a ansiedade atrapalhar.”, afirmou.

Saudações Alvinegras!!!

Lucas Zen voltará a ser titular, exatamente como em sua primeira vez, contra o Grêmio, no Olímpico

    Última rodada do Campeonato Brasileiro de 2010, o Botafogo viaja para Porto Alegre, onde enfrentará o Grêmio. O jogo não era apenas uma partida da competição, pois decidiria quem iria disputar a Copa Libertadores 2011. O resultado não foi o esperado, 3 a 0 para os gaúchos. Lucas Zen se recorda muito bem dessa partida, pois foi titular pela primeira vez como profissional, já que Marcelo Mattos não pôde jogar já que estava com apendicite.
    “É um jogo difícil. Ano passado estávamos disputando uma vaga na Libertadores. Foi uma partida em que eu comecei jogando. Infelizmente perdemos de 3 a 0 , mas são águas passadas. Nosso grupo mudou, e estamos focados em buscar nosso objetivo que é o título”, disse.
Sobre o atual momento do adversário, que levou uma goleada de 4 a 0 do Vasco, neste sábado, em São Januário, o volante acredita que o fato torna o jogo ainda mais difícil.
    “Quando uma equipe leva uma goleada, os jogadores tendem a correr mais no jogo seguinte. Eles virão com mais gana para cima da gente. Vai ser um encontro complicado.. Os últimos colocados muitas vezes vencem quem está no topo da tabela. Temos que estar atentos”, afirmou.
    Com 41 pontos e na quarta colocação, o Botafogo enfrenta o Grêmio, nesta quinta-feira, às 20h30, no Olímpico, em Porto Alegre. O alvinegro tem um jogo a menos, já que a partida contra o Santos, pela 21ª rodada da competição foi adiada para o dia 19 de outubro.

Saudações Alvinegras!!!

Comemoração irreverente contra Fla é o novo item na coleção de "causos" de Loco Abreu

    Lucas vai até a linha de fundo pela direita e cruza para Loco Abreu, aos 26 minutos do primeiro tempo, abrir o placar de cabeça para o Botafogo contra o Flamengo. Na comemoração, o uruguaio, sempre irreverente, ficou parado de braços cruzados, em uma clara provocação ao amigo Ronaldinho Gaúcho. O atacante explicou o gesto.

    “Foi uma comemoração especial. Cada jogo tem uma diferente, para o Flamengo é essa, mas não tem nome não”, disse após o empate de 1 a 1 na tarde deste domingo pela 24ª rodada do Brasileirão.
A inusitada comemoração de Loco Abreu, no entanto, nem de longe foi a única forma de demonstrar sua personalidade. Inteligente e carismático, o camisa 13 demonstra ser diferente dos demais jogadores em vários momentos.

AS ENTREVISTAS DE LOCO ABREU

 
   Os jornalistas, por exemplo, já vão entrevistá-lo com o pé atrás. Após o jogo contra o Atlético-MG, um repórter local o chamou de Herrera. O uruguaio não perdeu tempo e disse: “Herrera? Porra”. Um repórter de televisão também já passou sufoco com o atacante, ao vivo, quando Abreu parou de falar, após o jornalista atender o telefone durante a entrevista. O atual ídolo da torcida botafoguense já declarou algumas vezes que gosta de falar de futebol. Esta peculiaridade, porém, já gerou transtorno com o ex-técnico do Botafogo Joel Santana. “Isso foi uma bobeira que aconteceu. Eu disse uma coisa e um repórter de má fé disse outra para o Joel. E aí se criou toda a situação, mas isso já é passado e superado”, finalizou. 

CAVADINHAS DECISIVAS

   A mais famosa de suas loucuras é a ‘cavadinha’. Loco Abreu já utilizou desta cobrança em inúmeras oportunidades. A mais importante ocorreu nas quartas de final da Copa do Mundo de 2010, contra Gana, quando fez o gol decisivo utilizando deste artifício. Loco também usou a cavadinha na final do Campeonato Carioca de 2010, quando fez o gol do título sobre o maior rival, o Flamengo.  “A cavadinha não é loucura. Eu analiso e vejo se esta batida dará certa. Se tiver convicção eu faço. Eu treino muito”, afirmou.

EPISÓDIO DO CRISTO REDENTOR 

     A última polêmica em que se envolveu aconteceu no Corcovado, quando Loco Abreu, gravando um comercial, tentou dar um chapéu no Cristo Redentor. Para isso teve que chutar uma bola em direção ao monumento. A arquidiocese do Rio de Janeiro não gostou e pensou em processar o jogador. A atitude foi revista e nenhuma ação judicial acontecerá. Este é Loco Abreu, ídolo maior do Botafogo atualmente, detentor de uma personalidade forte, o que, em alguns momentos, acaba lhe rendendo algumas polêmicas.


Saudações Alvinegras!!!

 

Caio Júnior lamenta empate, mas exalta boa atuação dos jogadores do Botafogo

    Apesar do empate por 1 a 1 com o Flamengo, neste domingo, no Engenhão, não ter sido um bom resultado para o Botafogo, a torcida alvinegra não saiu assim tão triste do estádio. O motivo foi mais uma bela da atuação da equipe no campeonato Brasileiro. O técnico Caio Júnior concordou com os aficionados, mas lamentou o resultado da mesma forma:
    “O Botafogo foi melhor no jogo. Tivemos muito mais possibilidades de vencer. Fizemos 17 finalizações a gols. Eles vieram bem apenas no início do primeiro tempo e empataram em uma jogada individual. Depois retomamos e mandamos na partida”.
    O Botafogo terminou o primeiro tempo vencendo por 1 a 0, com um gol de Loco Abreu. Mas não foi somente no resultado que o Glorioso saiu na frente do rival. Segundo Caio Júnior, seu time foi muito melhor e o erro foi não liquidar a partida ainda no primeiro tempo.
    “Nosso primeiro tempo foi ótimo, uma supremacia. Não matamos o jogo na primeira etapa. Esse foi o problema hoje. Tivemos as chances e não sabemos liquidar a partida. Esse foi o nosso principal erro”, afirmou.
    O treinador ainda explicou o motivo de ter trocado Maicosuel da direita no primeiro tempo, para a esquerda no segundo.
    “Mudei o Mago de lado porque o Junior Cesar foi adiantado e levava perigo. Ele foi para a esquerda para segurar ele. Às vezes você não pode ter tudo. Perdemos um pouco da agressividade do Maicosuel, mas resolvemos um problema tático.  Depois o Léo Moura cresceu na partida e coloquei o Everton por ali e deu certo na parte defensiva”, encerrou.
    Com 41 pontos e na quarta colocação, o Botafogo volta a campo contra o Grêmio, nesta quinta-feira, às 20h30, no Olímpico, em Porto Alegre, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Saudações Alvinegras!!!

Após comemoração especial, empate com o Fla teve sabor de 'raiva' para Loco Abreu

   Flamengo e Botafogo saíram do Engenhão com mais um empate. Resultado ruim para ambos, mas, para o Glorioso, a sensação de derrota foi ainda pior. Após um primeiro tempo em que dominou o adversário, o time deixou o Fla chegar e sofreu o gol aos 4 minutos do segundo tempo. Para Loco Abreu, autor do gol do Alvinegro com direito a nova comemoração, deu raiva:
   “O empate foi justo. Só que para nós, que estamos na briga, fica a decepção. Não deu pra fazer o gol e sair vitorioso hoje. O jogo foi muito bom, disputado, com grandes jogadores. Fica aquela raiva porque queríamos o resultado e tínhamos condições de sair com a vitória, mas infelizmente ela não veio”, disse.
    Sobre a comemoração do seu gol, aos 25 minutos do segundo tempo, o uruguaio garantiu que não teve um significado: "Para cada clássico eu tenho uma comemoração especial". Marcelo Mattos também considerou o resultado justo, mas ruim. Para o jogador, faltaram alguns minutos a mais.
    “Em um campeonato que tá todo mundo lutando pela liderança, não podemos considerar o empate um bom resultado, mas é melhor do que a derrota.  Se tivéssemos mais 15 minutos de jogo, tenho certeza que sairíamos daqui com a vitória”, profetizou.
    Na 25ª rodada, o Botafogo, com 41 pontos, viajará a Porto Alegre para medir forças com o Grêmio. A partida será realizada  na quinta-feira, às 20h30, no Olímpico. O alvinegro tem um jogo a menos, devido ao adiamento do confronto contra o Santos para o dia 19 de outubro.

Saudações Alvinegras!!!

Em resultado ruim para ambos, Botafogo e Flamengo empatam e se distanciam dos líderes

Botafogo 1 x 1 Flamengo

    O clássico entre Botafogo e Flamengo tinha tudo para por fim à crise em ambas as equipes. Mas não foi isso que aconteceu. Os times empataram em 1 a 1, neste domingo, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro e se distanciaram dos líderes. Os gols da partida foram marcados por Loco Abreu para os alvinegros e Jael para os rubro-negros.
    Com o resultado, o Flamengo chega aos 37 pontos e permanece na sexta posição. Já o Botafogo, com 41, fica a quatro pontos do líder Vasco. O Glorioso tem um jogo a menos, já que a partida contra o Santos, pela 21ª rodada, foi adiada para o dia 19 de outubro.
    O jogo começou equilibrado com ambas as equipes buscando o ataque. Ronaldinho Gaúcho jogava com liberdade e criava boas oportunidades como em um lance em que Thiago Neves concluiu chutando de fora da área para boa defesa de Jefferson. O goleiro Felipe, no entanto, foi quem mais teve que trabalhar, como em uma cobrança de falta de Felipe Menezes no ângulo direito.
    A partir dos 10 minutos o Botafogo cresceu na partida e pressionou o adversário. Herrera de bicicleta da entrada da área quase abriu o placar, mas Felipe espalmou para escanteio. Na cobrança ensaiada, Maicosuel recebeu na entrada da área e mandou uma bomba para mais uma grande defesa do goleiro do Flamengo.    Melhor na partida, o alvinegro chegou ao primeiro com Loco Abreu, de cabeça, aos 26 minutos, aproveitando cruzamento de Lucas, 1 a 0. Na comemoração, o uruguaio ficou parado de braços cruzados apenas observando a festa da torcida.
    Thiago Neves, apesar de não fazer uma boa partida, chamou a responsabilidade e fez todas as finalizações do time na primeira etapa. Ronaldinho Gaúcho era boa opção jogando mais pela esquerda, mas não estava acertando o último passe. Na volta do intervalo, o técnico Vanderlei Luxemburgo tirou o inoperante Deivid para colocar Jael. E a mudança surtiu efeito. Em seu primeiro lance, o atacante driblou Antônio Carlos e fez um belo gol, 1 a 1.
    Maicosuel que vinha atuando pela esquerda de ataque no primeiro tempo mudou de lado no segundo. Léo Moura que não podia apoiar no primeiro tempo preocupado em marcar o meia, passou a atacar e levar muito perigo pela direita. Percebendo os avanços do lateral direito do Flamengo, Caio Júnior trocou Everton por Herrera, resolvendo a situação.
    A partida ficou muito disputada no meio de campo. Com muita briga os jogadores faziam de tudo para não levar o gol e de menos para fazê-lo. O tempo foi passando e o resultado permaneceu inalterado. Um resultado ruim para ambas as equipes, que vão ficando para trás na luta pelo títutlo.
    Na próxima rodada o Botafogo enfrenta o Grêmio, na quinta-feira, às 20h30, no Olímpico. Já o Flamengo, por sua vez, viajará até Minas Gerais, onde medirá forças com o Atlético-MG, nesta quarta-feira, às 21h50, na Arena do Jacaré.

Saudações Alvinegras!!!

Olá Alvinegros!!!

Blog em Atualização!!!

Saudações Alvinegras!!!

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Caio Júnior sobre a goleada: 'Foi desastroso. Temos que pensar nos próximos jogos'

    O Botafogo realmente não vem mantendo o nível das apresentações jogando fora do Engenhão. Em nove jogos, foram cinco derrotas, dois empates e duas vitórias. O técnico Caio Júnior resumiu o sentimento do torcedor.
    “Foi uma tarde desastrosa. O primeiro tempo foi de uma partida equilibrada. O Coritiba chutou muito a gol, mas as principais chances foram nossas. Tivemos momentos do jogo que poderiam ser decisivos para nós.Só que tomamos um gol no fim da primeira etapa por falha nossa. No segundo tempo, o pênalti decidiu o jogo. A equipe sentiu bastante o golpe e o restante foi desastroso”, disse o treinador.
    Projetando a sequência da competição, Caio Júnior preferiu não ficar apenas se lamentando e utilizou o Vasco como exemplo a ser seguido.
    “Ganhamos de 4 a 0 do Vasco e eles reagiram. Agora, é a nossa vez de ter esse poder de reação. Não é o fim do mundo. Temos que concentrar nos próximos jogos”, afirmou.
    A próxima partida do Botafogo será contra o Flamengo, neste domingo, às 16h, no Engenhão. Com 40 pontos, o Alvinegro ocupa a quarta colocação e tem um jogo a menos, devido ao adiamento do confronto contra o Santos para o dia 19 de outubro. Em caso de uma vitória simples, o time de General Severiano chegará à liderança do Campeonato Brasileiro.

Saudações Alvinegras!!!

Loco Abreu ganha festa e homenagem da Câmara Municipal de Duque de Caxias





    Loco Abreu caiu mesmo nas graças do torcedor do Rio. Na manhã desta segunda-feira, o atacante alvinegro ganhou uma homenagem na Câmara de Vereadores de Duque de Caxias.O uruguaio recebeu a medalha Duque de Caxias, comenda máxima do Município
    "O Loco Abreu mudou a história do clube e por isso resolvemos fazer esta homenagem ao grande ídolo da nossa torcida" comentou o vereador responsável pela iniciativa, Joaquim José. Mais conhecido como Quinzé, o parlamentar do PTC (Partido Trabalhista Cristão), assumiu ser torcedor do time General Severiano e ainda completou:
    "Meu time é Botafogo sim, mas a homenagem é justa. O Botafogo vive um momento muito bom e o Loco é um dos principais responsáveis por essa fase espetacular".
    O plenário da Câmara Municipal de Duque Caxias ficou lotado de torcedores do Botafogo desde as primeiras horas da manhã. Do lado de fora, o tumulto também foi grande com faixas e muita gritaria para reverenciar o ídolo. Feliz e surpreso com a homenagem, Loco Abreu teve quer suar a camisa e driblar alguns fãs para receber a medalha e agradecer a homenagem.

Saudações Alvinegras!!!

Bota usa exemplo de rivais para evitar crise após goleada por 5 a o para o Coritiba

    Durante a semana, os jogadores do Botafogo foram unânimes em dizer que o Campeonato Brasileiro é o mais difícil do mundo. Após uma derrota acachapante de 5 a 0, para o Coritiba, no Couto Pereira, o atacante Loco Abreu lamentou o resultado, mas pediu o apoio do torcedor.
    “É uma situação que a gente tem que aprender a conviver. Lógico que é ruim perder depois de uma sequência boa de vitórias, ainda mais de goleada. Acontece. Temos 40 pontos, estamos três pontos atrás do líder e não podemos desanimar”, comentou o jogador.
    O uruguaio utilizou outras equipes da competição como exemplo para mostrar o quanto a competição é equilibrada. Segundo o camisa 13, a torcida alvinegra deve dar um voto de confiança nesse grupo.
“Flamengo, Corinthians, Fluminense, Vasco, Cruzeiro e São Paulo já alternaram bons e maus momentos e nem por isso os torecedores desanimaram ou desanimam. O nosso torcedor tem que acreditar até o fim. O grupo é bom, podem confiar”, pediu.
    Por mais incrível que possa parecer, diante de uma goleada por 5 a 0, a rodada até que não foi tão ruim para o Botafogo. Os demais concorrentes diretos ao título também não tiveram bons resultados e “beneficiaram” o Glorioso. O líder Corinthians perdeu para o Fluminense, por 1 a 0, no Engenhão. O Vasco, por sua vez, empatou com o Figueirense por 1 a 1, no Orlando Scarpelli. Já o São Paulo, foi derrotado pelo Grêmio, também por 1 a 0, no Olímpico.
    Na próxima rodada, o Botafogo enfrenta o Flamengo em crise, já que perdeu para o Atlético-PR, em Macaé, por 2 a 1, e não vence há oito jogos. O clássico será neste domingo, às 16h, no Engenhão.

Saudações Alvinegras!!!

Elkeson recebe o terceiro cartão amarelo e não enfrenta o Flamengo

    Além de se recuperar da goleada de 5 a 0 para o Coritiba, neste domingo, o Botafogo vai ter outro problema para resolver nos próximos dias. O meia Elkeson recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso contra o Flamengo, domingo de que vem, no Engenhão. Everton, titular contra o Coxa, é o favorito para entrar na vaga do atacante. Caso queira uma equipe mais cadenciada, o treinador poderá optar por Felipe Menezes .
    Já Maicosuel, que não jogou a última partida devido a uma forte gripe, deverá estar a disposição do técnico Caio Júnior. Outro reforço alvinegro para a partida contra o rival carioca poderá ser o zagueiro Antônio Carlos. Lesionado desde o clássico contra o Fluminense, com um estiramento grau 2 no músculo posterior da coxa esquerda,  o jogador treinou normalmente nos últimos dias esta semana e foi liberado para jogar.
    Com 40 pontos, o Botafogo, na quarta colocação, medirá forças contra o Flamengo, no domingo, às 16h, no Engenhão. Jogando no estádio o alvinegro ainda não perdeu neste Campeonato Brasileiro. Foram 12 jogos, com dez vitórias e dois empates, um aproveitamento de 88,8%.

Saudações Alvinegras!!!

Jefferson, envergonhado após goleada, reclama: "Isso aqui não é o Botafogo"

    O time do Botafogo fica irreconhecível jogando fora de casa. Em nove partidas como visitante, a goleada deste domingo, sofrida diante do Coritiba, por 5 a 0, no Couto Pereira, foi a quinta derrota do time. Só conseguiu duas vitórias e dois empates.
    O resultado diante do Coxa fez muitos jogadores alvinegros sairem de campo envergonhados: "Isso aqui não é o Botafogo", balbuciou o goleiro Jefferson, ao descer rapidamente as escadas do vestiário.
    A defesa carioca foi um desastre e o zagueiro Gustavo disse que o time errou muito: "O primeiro tempo foi bem equilibrado e no segundo cometemos erros que não estamos acostumados. O Coritiba aproveitou, é claro".
No próximo domingo, às 16h, no Engenhão, o Botafogo fará o clássico contra o Flamengo. O Alvinegro terá o desfalque de Elkeson, que cumprirá suspensão automática, por ter recebido o terceiro cartão amarelo, diante do Coritiba.

Saudações Alvinegras!!!

Loco Abreu critica jogo a cada três dias, mas diz que Botafogo ainda é candidato ao título

    Jogar fora de casa continua sendo uma tortura para o Botafogo. Apesar da goleada sofrida diante do Coritiba, por 5 a 0, neste domingo, no estádio Couto Pereira, o atacante Loco Abreu disse que este jogo serviu para mostrar que fica difícil aguentar a sequência de jogos.
    "Não é desculpa para a derrota. É a realidade. Não tem como uma equipe jogar a cada três dias. Suportar essa sequência de jogos é desumano. A gente cansa. Jogamos o primeiro tempo de igual para igual, mas no segundo tempo não conseguimos fazer nada e o Coritiba aproveitou. Não tivemos forças para reagir, mas ainda estamos na briga pelo título", comentou o atacante uruguaio.
    O próximo compromisso do Botafogo, pela vigésima-quarta rodada, será contra o Flamengo, no próximo domingo, às 16h, no Engenhão. O Alvinegro terá o desfalque de Elkeson, que cumprirá suspensão automática, por ter recebido o terceiro cartão amarelo, na partida contra o Coritiba.

Saudações Alvinegras!!!

Coritiba ignora boa fase do Botafogo e goleia por 5 a 0 no Couto Pereira

   O Coritiba não respeitou a boa fase do Botafogo e passou com facilidade pelo time carioca, goleando por 5 a 0, neste domingo, no Couto Pereira, pela 23ª rodada do Brasileirão. Emerson, no primeiro tempo; Marcos Aurélio, de pênalti,  Bill , Rafinha e Everton Costa marcaram para os donos da casa.
    Mais uma vez, o Botafogo não conseguiu superar seu mau retrospecto como visitante e sofreu sua quinta derrota, em nove jogos fora do Rio de Janeiro. O resultado impediu que o time alvinegro se aproximasse da liderança e o deixou em quarto lugar, ameaçado de deixar o G-4.
     Assim como o adversário deste domingo, o Coritiba contrasta seu desempenho ruim como visitante com uma excelente performance dentro de casa. Esta foi a sétima vitória da equipe no Couto Pereira, em 12 jogos. 
    O jogo foi bastante movimentado, desde o seu início. Como de costume, o Coritiba iniciou com forte marcação e pressionando em busca do gol. O Botafogo, porém, se defendia bem e saía com perigo nos contra-ataques. 
    O Coxa ameaçou, aos 10 minutos, num chute forte de Léo Gago, de fora de área, que Jefferson espalmou. O Botafogo respondeu no contragolpe e cavou falta na entrada da área. Elkson cobrou forte e obrigou Vanderlei a  espalmar.
    O Coritiba cresceu a partir dos 15 minutos e passou a ameaçar os cariocas. O goleiro Jefferson, no entanto se tornou na grande barreira dos atacantes alviverdes. Em três jogadas seguidas,  o arqueiro salvou o Bota. Aos 19, Léo Gago bateu de fora e ele defendeu. Aos 20, Marcos Aurélio chutou forte da entrada área e o goleiro mandou para escanteio. Aos 24, foi a vez de Tcheco chutar no canto direito, para nova grande defesa.
    O time alviverde dominou o primeiro tempo e criou as melhores chances, mas chegou ao gol somente aos 43 minutos, em um jogada de bola parada. Após a cobrança de um escanteio, por Tcheco, o zagueiro Emerson, que já havia perdido uma oportunidade semelhante, cabeceou no no canto direito e marcou.
    O Botafogo saiu para o ataque, nos primeiros minutos do segundo tempo, levando preocupação para a defesa do Coxa. O time coxa-branca, porém, explorava bem os espaços da defesa alvinegra e conseguiu um pênalti, aos 9 minutos. Em uma bola enfiada por Marcos Aurélio para Bill, o goleiro Jefferson saiu do gol e tocou no atacante. Marcos Aurélio bateu no meio do gol e ampliou.
    Com o aumento da vantagem o Coritiba se tranquilizou e aproveitou o descontrole do Botafogo para ampliar, aos 19 minutos. Rafinha levantou da esquerda, na área, e Bill apareceu no meio da zaga para empurrar de carrinho para fazer o terceiro.
    O Coritiba queria mais e chegou aos quarto em em grande estilo, aos 35 minutos. Marcos Aurélio invadiu pelo meio e rolou para Rafinha, com o gol aberto, somente empurrar para as redes.
Mas ainda não havia acabado. Aos 43, Everton Costa ganhou de dois zagueiros na área, escolheu o canto esquerdo e tocou para fechar a goleada.

Que vergonha Botafogo!!!


Saudações Alvinegras!!!

domingo, 11 de setembro de 2011

Blog em atualização!!!



Notícias fresquinhas em breve!!!



Não se esqueçam: Botafogo x Coritiba hoje as 16:00h.


Rumo ao título!!!   FOGÃOOO



Saudações Alvinegras!!!

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Márcio Azevedo tenta encerrar polêmica: ‘Estava de cabeça quente’

    Substituído no início do segundo tempo contra o Ceará, Márcio Azevedo deixou o campo chateado e se dirigiu ao vestiário. Seguro por Alessandro, foi para o banco assistir ao restante do jogo. A atitude foi severamente reprovada por Caio Júnior, que se mostrou aborrecido com o incidente. Sem querer aumentar a polêmica, Márcio tenta encerrar o assunto.
    - Eu estava de cabeça quente na hora e, como estava chateado, preferi ir para o vestiário para me acalmar. Mas o Alessandro me segurou e disse que era melhor eu ir para o banco. Fiquei chateado porque era a minha chance de mostrar trabalho, já que o Cortês estava suspenso. Espero ter mais chances de jogar e mostrar meu futebol. Mas não vai acontecer de novo nada parecido.
    No lugar de Márcio, quem entrou foi Everton. Muito amigos, os dois costumam ir para os treinos juntos e até ficam no mesmo quarto na concentração de vez em quando. Por isso, o lateral faz questão de deixar claro que ficou feliz com a boa atuação do colega.
    - Claro que não fiquei chateado com a entrada do Everton. Fiquei feliz com a boa atuação dele. Não tem nada a ver isso e ele sabe que eu torci para que ele voltasse bem depois de tanto tempo lesionado (Everton ficou dois meses parado por conta de uma cirurgia no ombro).
Márcio ainda vai conversar com a diretoria do Botafogo para saber se será punido. Há a chance do jogador ser multado por conta de sua atitude.

Saudações Alvinegras!!!

Feijão no Fogão - Rio de Janeiro

MAGIA DO 7 é o tema principal do evento mais esperado do ano 


   A tradicional feijoada alvinegra, o evento mais esperado do ano pela nossa torcida, já tem data marcada: será no dia 17 de setembro, a partir das 12h, no Estádio Olímpico João Havelange (Topo do Setor Sul). Os ingressos estarão à venda a partir do dia 7 - enquanto durarem - e poderão ser adquiridos no Stadium Rio (Bilheteria Sul) e em General Severiano das 10h às 17h. A atração central do evento será a "Magia do 7", em que o clube homenageará uma verdadeira dinastia de craques que construíram, através dos seus dribles e gols, esta insuperável história da camisa 7. Vários ex-jogadores já confirmaram presença no evento, mas o clube quer localizar mais!
    Ídolos do passado e do presente, mascotes Biriba e Biruta e taças de nossas principais conquistas. O evento é um verdadeiro ícone alvinegro e reúne torcida, diretoria, jogadores e ídolos do clube num mesmo lugar. E o melhor:  bebida (refrigerante e cerveja), comida e camiseta estão incluídas no valor do convite.
   A partir de 2010, o Feijão no Fogão passou a ser itinerante, com a intenção de aproximar os torcedores de outros estados do clube de coração deles, o nosso Botafogo. Após rodar o Brasil agitar os alvinegros de João Pessoa, Corumbá, São Paulo, Juiz de Fora e Amapá, o Feijão no Fogão volta novamente para a sua matriz com a força de sempre.
    “Devíamos esse tributo aos nossos ídolos da camisa 7 e resolvemos ampliar a homenagem para aqueles que, além dos grandes ídolos, também jogaram em alto nível. Já encontramos o Edson e essa semana pretendemos contatar o Helinho. Além desses, o Jairzinho, o nosso Mago Maicosuel, o Maurício 89, o Túlio e o Rogério já foram convidados”, explica o Diretor de Marketing Marcelo Guimarães.
    Além do melhor da feijoada carioca, haverá produtos da Loja Oficial, sorteios de camisas autografadas, programa de sócio-torcedor Sou Botafogo, escolinha Estrelas do Futuro, DJ e show da melhor MPB.  O evento contará ainda com o desfile de lançamento da nova e exclusiva LINHA SETE.
    “Com o lançamento da LINHA SETE, completamos um ciclo. Nossa mítica camisa 7 e a receptividade pelas ativações do Sete é Fogo nos estimularam a lançar uma grife assinada pelo nosso número. É uma linha jovem e descolada que vai agradar em cheio a nossa torcida”, complementa o dirigente.
    “É muito grande o impacto do evento junto a nossa torcida. Além de uma grande festa alvinegra, o evento é uma oportunidade para o nosso torcedor conhecer o Botafogo por dentro, seus projetos e programas”, destacou o presidente Mauricio Assumpção, um dos entusiastas do projeto.

SERVIÇO
Data: 17/09/2011
Horário: de 12h às 18h
Camisa-convite: R$ 70 sócios (proprietário e torcedor) e R$ 80 não-sócios
Postos de venda antecipada: General Severiano e Stadium Rio - bilheteria Sul – a partir do dia 07.09 (quarta-feira), das 10 às 17h até o dia 15.09 (quinta-feira) ou até se esgotarem os convites.
O ingresso dará direito a uma camisa-convite que será entregue em General Severiano, no dia 16.09 (sexta feira), de 10h às 17h ou no Stadium Rio no acesso ao evento (estacionamento Sul) no dia 17.09 de 10h às 12h.
Obs: menores de 12 anos pagam meia(R$ 40)


Saudações Alvinegras!!!

"Loja Oficial - JF" Botafogo convida a torcida para a inauguração da franquia mineira

   O Botafogo de Futebol e Regatas convida a torcida para participar da inauguração da franquia da Loja Oficial do clube em Juiz de Fora, um dos maiores redutos de botafoguenses no país. O evento será realizado neste sábado, a partir das 11h, na sede da loja, localizada no Santa Cruz Shopping (2º piso), Centro.
    Mauricio 89 e as taça do Campeonato Carioca de 2010 serão algumas da atrações do evento. Compareça, traga sua família!


Saudações Alvinegras!!!

Elkeson revela que jogada do terceiro gol do Botafogo contra o Ceará foi ensaiada

    O terceiro gol do Botafogo na goleada de 4 a 0 sobre o Ceará foi um pintura. Passe de Lucas em profundidade para Elkeson, que, de calcanhar, deixou Maicosuel livre de marcação. Do camisa 7, a bola rolou para Loco Abreu estufar a rede. A obra de arte não foi uma mera coincidência. Elkeson revelou que a jogada foi trabalhada pelo técnico caio Júnior durante os treinamentos:
    “A gente vem treinando esse tipo de jogada. Quando recebi o passe do Lucas sabia que se deixasse de calcanhar o Maicosuel ficaria livre e foi o que aconteceu. Foi um belo gol”.
    Após atuações convincentes, o alvinegro está sendo considerado por muitos como o time que vem jogando o futebol mais bonito da competição. Depois de períodos de descrença, Elkeson comemora a crítica positiva.
    “É bom ter o time reconhecido, não só pela crítica, mas também pela torcida. Quando cheguei o time estava desacreditado e hoje é o que todo mundo está vendo. Jogamos com a bola nos pés. Temos que manter esse bom futebol”, afirmou.




Saudações Alvinegras!!!

Presidente do Botafogo culpa torcida do clube por confusão no Engenhão

   O presidente do Botafogo, Maurício Assumpção, encontrou os culpados pela grande confusão que aconteceu nas cercanias do Engenhão antes da vitória de 4 a 0 sobre o Ceará na tarde desta quarta-feira. De acordo com o cartola, a confusão foi causada pelos próprios torcedores botafoguenses, que não compraram ingressos com antecedência.
   A torcida do Botafogo, sempre muito criticada por não comparecer ao estádio, resolveu dar as caras contra o Ceará. Ocupou todos os 42 mil lugares disponíveis e, ainda por cima, centenas de alvinegros, sem ingressos, ficaram do lado de fora. Revoltados e loucos para entrar, eles tentaram invadir o Engenhão. A Polícia Militar foi chamada e teve que agir com energia, dando início a uma grande confusão, que atrapalhou a entrada das pessoas que já tinham seus bilhetes.     “Chegando ao estádio e vendo a situação, colocamos o Gepe (Grupamento Especial de Policiamento em Estádios, da Polícia Militar) em ação, que se posicionou estrategicamente para separar os que tinham ingressos e os que não tinham. Houve muita confusão, sim, mas a culpa foi do torcedor que não adquiriu o bilhete antecipadamente e quis tumultuar porque não pôde comprar no estádio", finalizou Assumpção.
    A partida realizada em pleno feriado - um dia de pouco movimento nas ruas - deixou claro que vai ser preciso um planejamento maior e melhor para o clássico entre Botafogo e Flamengo, no próximo dia 18, válido pela 24ª rodada do Brasileiro. Um jogo tradicionalmente marcado pela rivalidade entre as torcidas e que ainda por cima pode valer uma briga na ponta da tabela da competição.
    "Seria muito mais fácil da minha parte dizer para todos comprarem os ingressos antecipadamente, mas isso é algo que ainda não existe na cultura do torcedor. Quem quiser comprar com antecedência, vai fazer de forma tranquila, segura e ordenada”, afirmou Assumpção.
    "Ainda vamos estudar direito como será toda essa dinâmica para o jogo contra o Flamengo, para evitar novas confusões", admitiu o dirigente.
    Procurado pela reportagem do UOL, o tenente-coronel Fiorentino, do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios, da Polícia Militar (GEPE) falou sobre a confusão no Engenhão.
    “Tinham muito mais torcedores do que o estádio poderia comportar e milhares estavam sem ingressos. Nós não poderíamos deixá-los entrar. A nossa preocupação era com uma possível tragédia, casos como aconteceram no Maracanã em 92, quando a torcida do Flamengo caiu da arquibancada, e em 2000, em São Januário, na final contra São Caetano. Tentamos dialogar o máximo, mas alguns torcedores jogaram objetos no contingente para que estes saísse da frente do portão e eles invadissem o estádio. Neste momento fomos obrigados a utilizar a força, o que não queríamos fazer”, explicou Fiorentino, que já está pensando no clássico entre Botafogo e Flamengo no dia 18.
    “Não me lembro se já teve antes essa procura toda por ingressos no Engenhão. Esse foi um problema novo que tivemos que lidar. Em clássico é diferente, o problema é o entorno do estádio. Nosso planejamento de segurança é feito a partir de cada partida. Agora, se os dois times, Botafogo e Flamengo tiverem bem na competição e houver a possibilidade de uma confusão, aí teremos que fazer um trabalho diferente”,finalizou.
A assessoria de imprensa da Suderj, que administra os estádios do Estado do Rio de Janeiro, não atendeu as ligações realizadas na manhã desta quinta-feira.
    Antes do clássico contra o Flamengo, o Botafogo terá outro desafio pela frente. O Glorioso enfrenta o Coritiba, neste domingo, às 16h, no Couto Pereira.

Saudações Alvinegras!!!
 

Após reviravolta pessoal, Caio Júnior comemora evolução como treinador

    No dia 20 de julho, o Botafogo perdeu por 2 a 0 para o Corinthians, em São Januário. No fim da partida, a torcida  não perdoou Caio Júnior e até gritou o nome de Cuca para o cargo. Menos de dois meses depois, o técnico alvinegro deu a volta por cima. Durante a goleada de 4 a 0 sobre o Ceará, na última quarta-feira, a massa botafoguense ovacionou o seu comandante. Feliz, Caio exaltou o seu crescimento como profissional:
    “Eu acredito que evoluí profissionalmente, isso é nítido. É a repetição de trabalhos. Já são seis anos dirigindo equipes de primeira divisão e depois no exterior, no Japão e no Qatar. Trabalho em cima das ideias modernas, que estão presentes nos grandes clubes europeus. São basicamente três: a repetição do sistema tático, a implantação do conceito de jogo e ter jogadores para reposição”,comentou.
    Caio Júnior apontou ainda o trabalho de pesquisa realizado pela sua comissão técnica como fundamental para o bom rendimento da equipe.
    “O trabalho de vídeo tem sido muito interessante. O resultado que tenho notado na parte tática de alguns jogadores é impressionante. Isso é mérito de toda a comissão. Sempre faço a edição do jogo. Não assistimos só os gols e os melhores momentos. Analisamos juntos os lances, os passes , a marcação e tudo que precisamos melhorar a cada partida. Essa correção, no aspecto tático, visando um amadurecimento é que está fazendo a diferença".
    De acordo com o comandante alvinegro, o sucesso do Botafogo também é mérito dos jogadores, que cumprem as determinações passadas por ele dentro de campo.
    “Todos sabem o que devem fazer em campo. Isso me motiva muito a continuar o trabalho e acho que estamos no caminho certo. Essa volta ao Brasil me orgulha porque estou podendo render mais e isso é bom para o Botafogo”, comemorou.

Saudações Alvinegras!!!

Em dia de 'gringos' e festa, Cidinho marca 1º como profissional do Botafogo

   A torcida, que encheu o Engenhão e garantiu o recorde de público dos times cariocas no Campeonato Brasileiro deste ano, com 42 mil presentes, e os "gringos" Herrera, com dois gols, e Loco Abreu, que marcou um e foi um dos maiores responsáveis pela bela apresentação do Botafogo, roubavam a cena no jogo desta quarta-feira, contra o Ceará, até que o técnico Caio Júnior sacou do banco o menino Cidinho, e o meia-atacante não desperdiçou a oportunidade.
   Ele foi o escolhido para substituir Herrera, que deixou o campo sob fortes aplausos dos botafoguenses, e não sentiu a pressão. A partida já estava ganha, com o placar marcando 3 a 0, mas o jovem de 18 anos queria deixar a sua marca. Após cruzamento de Everton, aos 38 minutos, o baixinho, de 1,69m, fez de cabeça o quarto gol do Botafogo e o seu primeiro como profissional.
    "Foi de cabeça. Mesmo pequenininho, entrei na área e marquei. Dedico ao meu pai, que está sempre me apoiando e me ajudando com tudo que preciso. Ele merece esse gol", comemorou o meia.
    Apesar da pouca idade, Cidinho é o jogador do elenco profissional do Botafogo com mais tempo de casa. Ele está nas divisões de base do clube desde 2001. O meia chamou a atenção do técnico Caio Júnior na conquista do campeonato estadual de juniores, quando fez o gol da vitória sobre o Flamengo. Visivelmente emocionado na comemoração, o meia-atacante fez questão de abraçar o treinador no banco de reservas.
    "O Caio (Júnior) aposta muito no meu futebol. Tive que abraçá-lo para agradecer o que ele vem fazendo por mim. E não é só comigo, a base do clube é valorizada com ele. Eu, Lucas Zen, Alex, enfim. Estou muito feliz", afirmou.

Saudações Alvinegras!!!

Caio Júnior lamenta polêmica com Márcio Azevedo: 'Ninguém apostou mais nele do que eu'

   Em meio à festa pela goleada do Botafogo sobre o Ceará, por 4 a 0, e a presença de 42 mil torcedores no Engenhão, um fato destoou na tarde desta quarta-feira. Após ser substituído por Everton, Márcio Azevedo não gostou da alteração e estava indo direto para o vestiário quando o experiente Alessandro buscou o jogador nas escadas e o direcionou ao banco de reservas. O técnico Caio Júnior lamentou o ocorrido:
    “É uma situação chata. Ninguém no Botafogo apostou mais no Márcio Azevedo do que eu. Cheguei aqui e ele estava sendo quase negociado. Acreditei demais nele e falei isso olhando nos olhos dele. É bom que isso aconteça com uma vitória, pois se fosse na derrota seria criada uma polêmica. Ocorreu, mas não voltará a acontecer”, disse.
    O curioso desta polêmica foi que Márcio Azevedo deu lugar a Everton, que em 30 minutos de jogo, fez duas assistências para os gols de Herrera e Cidinho. Caio Júnior comentou também sobre a dificuldade que teve em escolher os jogadores que ficariam no banco de reservas e da importância da doação dos atletas em campo:
    “O Everton entrou muito bem. Ele vai lutar de novo pelo seu espaço após ter se lesionado. O grupo é muito forte e tive uma dificuldade tremenda em escolher os jogadores que ficariam no banco. Tive que deixar o Caio de fora. Quem está em campo tem que dar a vida”, afirmou.

Saudações Alvinegras!!!

Jogadores do Botafogo comemoram maior público de cariocas neste Campeonato Brasileiro

   O Botafogo goleou o Ceará por 4 a 0, nesta quarta-feira, no Engenhão, e subiu, por enquanto, para a segunda colocação do Campeonato Brasileiro. Outro fato a se comemorar foi a presença da torcida, que compareceu em grande número, com 42 mil presentes, e bateu o recorde de público de times cariocas na competição deste ano.
    “A torcida foi maravilhosa. Compareceu em grande número. Com a quantidade de jogos que têm no Campeonato Brasileiro é impossível que eles venham em todos os jogos. Os filhos querem cachorro quente, blusa do time.  Hoje ela mostrou sua força”, disse Loco Abreu.
    Outro que também ficou feliz com a festa nas arquibancadas foi Maicosuel. O camisa 7, que fez uma bela partida, agradeceu a presença dos botafoguenses.
    “Se eles vieram é porque estão confiando na gente. É muito melhor jogar com casa cheia, apoiando o time do início ao fim. Eles estão de parabéns, foi lindo de ver, chegou a arrepiar”, afirmou.
    Mas nem tudo foi motivo de alegria para os botafoguenses. Devido ao apelo do time para que a torcida comparecesse em massa, centenas de aficionados foram ao estádio nesta quarta e não conseguiram entrar.    Como os ingressos acabaram no início da tarde, a diretoria anunciou que não iria vender entradas no Engenhão, o que não impediu a torcida de tentar mesmo assim.
    Desta forma, muitos não conseguiram entrar e resolveram ficar do lado de fora na esperança de que os portões fossem abertos ao público. No segundo tempo, alguns tentaram forçar a entrada e foram impedidos por policiais. Houve tumulto e a segurança teve que conter alguns alvinegros revoltados.
    Com 40 pontos e um jogo a menos, devido ao adiamento da partida contra o Santos, pela 21ª rodada, o Botafogo assumiu a vice-liderança. O Glorioso enfrenta o Peixe no dia 19 de outubro, às 20h30, na Vila Belmiro. O próximo duelo do Alvinegro será domingo contra o Coritiba, às 16h, no Couto Pereira.


Saudações Alvinegras!!!

Com casa cheia, Botafogo faz o dever de casa, vence o Ceará e fica mais próximo da liderança

   O Botafogo não decepcionou sua torcida, que compareceu em massa, e venceu o Ceará por 4 a 0, nesta quarta-feira, no Engenhão. Os gols da partida foram marcados por Herrera (2), Loco Abreu e Cidinho. Com a vitória o Glorioso chegou aos 40 pontos e pulou para a segunda colocação. Já o Ceará, com 26, foi ultrapassado pelo Santos e caiu para a 14ª posição.
    Inflamado por sua torcida, o Botafogo não tomou conhecimento do adversário e se posicionou no campo de ataque tentando furar a retranca cearense, o que não demorou muito a acontecer. Logo aos quatro minutos, Elkeson fez boa jogada individual pela esquerda e cruzou no capricho para Herrera desviar na pequena área: 1 a 0. Mesmo com a vantagem no placar, o alvinegro carioca continuava pressionando o Ceará.
    Passada a pressão inicial, os nordestinos conseguiram equilibrar as ações. O Botafogo tinha mais a posse de bola, mas o Vozão levava perigo nos contra-ataques. Os donos da casa, no entanto, tinham as melhores oportunidades. Elkeson, em cobrança de falta, e Herrera, que acertou a trave após completar o chute cruzado de Maicosuel, quase ampliaram o placar.
    O time do Ceará estava emocionalmente abalado e reclamava demais com a arbitragem. Fabrício recebeu cartão amarelo aos 39 minutos. Aos 42 min, Maicosuel arrancou e partiu para cima do zagueiro, que cometeu falta, recebendo o segundo amarelo e, consequentemente, o vermelho. Na cobrança da falta, o camisa sete do Botafogo bateu direto. Herrera, que estava impedido, atrapalhou o goleiro Diego e o gol foi anulado.
    No segundo o tempo, o jogo ficou muito disputado no meio de campo. Aos 12 minutos, Everton, que tinha acabado de entrar na vaga de Márcio Azevedo, cruzou na medida para Herrera de cabeça cumprimentar o goleiro Diego, 2 a 0. O Ceará não se entregou e continuava buscando seu primeiro gol. Por pouco não conseguiu em um belo chute de fora da área com Osvaldo, sempre muito perigoso.
    Mas o Botafogo continuava pressionando. Lucas era boa opção pela direita, fazendo uma dobradinha com o argentino Herrera. Pela esquerda, um pouco mais timidos, Everton e Maicosuel também davam trabalho à zaga cearense. Aos 28, Elkeson invadiu pela esquerda e tocou de calcanhar para Maicosuel. O camisa sete rolou para Loco Abreu, que de frente para o gol, sem goleiro, fez o terceiro do Botafogo. Para a festa ficar completa, Cidinho aproveitou cruzamento de Everton, aos 38 min, e de cabeça fez o quarto gol. Visivelmente emocionado, a jovem promessa foi comemorar e agradecer o técnico Caio Júnior. Festa para os 42 mil botafoguenses que lotaram o estádio e não se decepcionaram com a atuação de seu time.
    Na próxima rodada, o Botafogo enfrenta o Coritiba, no domingo, às 16h, no Couto Pereira. O Ceará, por sua vez, recebe o Atlético-GO, também no domingo, às 16h, no Presidente Vargas.

Veja os gols:



Saudações Alvinegras!!!

Maurício Assumpção anuncia candidatura à reeleição no Botafogo

    Os rumores eram muitos, mas somente nesta quarta-feira o presidente do Botafogo, Maurício Assumpção, anunciou a candidatura à reeleição no clube. Os alvinegros escolhem um novo mandatário, que ficará por três no cargo, no dia 25 de novembro.
    “Fiquei em dúvida por questões pessoais, mas conversei com meu pai, minha mãe e minha madrinha, pessoas fundamentais na minha formação, e cheguei à decisão de continuar no Botafogo. O fundamental para a minha escolha foi a realização que tivemos nos últimos três anos. Quero dar continuidade a esse trabalho. Sei que a responsabilidade é maior, já que hoje tenho um histórico para ser comparado, mas também temos uma filosofia pronta”.
    O presidente, no cargo desde 2009, ainda lembrou da viagem que fez à Espanha para conhecer o centro de treinamento do Real Madrid. Para ele, isso foi determinante em sua decisão de concorrer.
    “Pesou muito. Vi que a filosofia de trabalho que estão fazendo lá fora é muito parecida com a que nós pensamos para o clube. Ainda temos muito a realizar. Estruturalmente, meu grande sonho é a construção do CT da base, em Marechal Hermes. Dentro de campo, o sonho é ser campeão brasileiro”.

Saudações Alvinegras!!!

Embalado pelo sonho da liderança, Botafogo organiza carreata rumo ao Engenhão

    Pela primeira vez neste Campeonato Brasileiro a torcida do Botafogo tem reais motivos para acreditar que seu time pode conquistar o título. A mobilização para a partida desta quarta-feira, contra o Ceará, fez com que os alvinegros esgotassem dois setores do Engenhão, com mais de 20 mil ingressos comprados. Mas, o Glorioso quer mais. Para motivar seus torcedores, o clube irá promover o hasteamento de uma grande bandeira em General Severiano e uma carreata com destino ao estádio.
    A ação faz parte da campanha “Sete é Fogo”, realizada pelo departamento de marketing do alvinegro a cada dia sete do ano. Para esta quarta-feira, feriado nacional, o clube preparou uma grande bandeira de 6m x 4m, que será hasteada a partir das 13h30, em um mastro de 22m, no jardim do palacete de sua sede. Depois da cerimônia, uma carreta parte para o jogo entre Botafogo e Ceará.
    Já dentro do Engenhão, o clube organiza um concurso da bandeira mais bonita, entre as torcidas organizadas, e cinco na torcida em geral. O diretor de marketing, Marcelo Guimarães, revelou que cada jogo do Botafogo receberá um nome a partir de agora. A partida desta quarta se chamará “Festa da Bandeira”.
    O duelo entro o time da estrela solitária e o Vozão está marcado para às 16h. Caso Vasco e São Paulo, ambos com 38 pontos, percam ou empatem seus jogos e o Botafogo, com 37, passe pelo Ceará, os alvinegros precisarão torcer por uma vitória do rival Flamengo sobre o Corinthians (40), na quinta-feira, para se igualar ao líder em pontos e número de vitórias. Desta maneira, o Glorioso assume a primeira colocação já que as duas equipes possuem o mesmo saldo de gols, 12.

Saudações Alvinegras!!!

Cortês vive dia de estrela após ser convocado para a seleção brasileira

    Simplicidade. Esta é a palavra que melhor define Bruno Cortês, do Botafogo. Com uma evolução meteórica no futebol, o lateral-esquerdo apareceu para os grandes no Campeonato Carioca deste ano, quando atuava pelo Nova Iguaçu. Após a competição, se transferiu para o time de General Severiano e cinco meses depois foi convocado para a seleção brasileira. Do anonimato para a idolatria alvinegra em poucos meses, o jogador ainda está se acostumando à nova realidade.
    “Eu estou fazendo autoescola, aí cheguei hoje lá, para fazer a aula, e meu instrutor falou assim: “Agora tá na seleção vai ficar de perninha (fazer corpo mole)”. Aí eu disse que não, que estava muito tranquilo. Estou muito feliz, agradeço a todos os meus companheiros”, disse.
    No dia seguinte da convocação de Mano Menezes, o lateral viveu seu primeiro dia como celebridade. Deu autógrafo, entrevistas, foi bajulado, tirou fotos... e o sorriso do rosto não desaparecia por nada.
    “Vou te dizer que nem consegui atender o telefone de tantas ligações. Hoje estava dirigindo na aula (autoescola) e todo mundo passava buzinando. Era carro, caminhão, todo mundo (risos). Ainda cheguei aqui no treino e passei no corredor polonês, apanhei para caramba”, brincou.
    Do alto da "repentina" fama, Cortês fez questão de lembrar o caminho tortuoso que teve que percorrer para chegar ao ápice de sua carreira.
    “Tive muita dificuldade, tinha que levar uniforme para casa para lavar para usar no próximo jogo. Pegar vários ônibus, trem, não foi fácil. Agradeço muito a Deus pelo momento que estou passando”, afirmou.
Sobre seu futuro na seleção, Cortês não sabe nem mesmo o que pensar, mas de uma coisa ele tem mais do que certeza: o corte de cabelo permanecerá o mesmo:
    “O cabelo vai ser esse mesmo, não vai mudar (risos)”, brincou o jogador.
Nesta quarta, quando pisar no gramado do Engenhão para o jogo contra o Ceará, às 16h, o lateral vai poder desfrutar todo o prestígio que adquiriu com a torcida alvinegra e, quem sabe, ajudar o Botafogo a se tornar o líder do Brasileirão. Se o Glorioso vencer, o Vasco e o São Paulo perderem ou empatarem seus jogos e o Corinthians não pontuar, o sonho pode se tonar realidade em dose dupla.

Saudações Alvinegras!!!

Voltei!!!

Desculpa gente, fiquei esse tempo todo sem postar, pois estava sem computador!!! 

Mais, estou de volta, para continuar postando notícias sobre o nosso GLORIOSO!!!




FOGÃO RUMO AO TÍTULO!!!  NÃO QUEREMOS SÓ A LIBERTADORES!!!

DALHE FOGÃOOOOOO!!!!!


Saudações Alvinegras!!!

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Orgulhosos pela homenagem

Botafogo entrega placas a Jefferson, Antônio Carlos e Herrera por marcas expressivas

   O Botafogo realizou uma homenagem aos jogadores Jefferson, Antônio Carlos e Herrera. Antes da vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-MG, eles receberam do vice-presidente de futebol, André Silva, e do técnico Caio Júnior, no CT João Saldanha, uma placa personalizada, com dedicatória e miniatura, pelas marcas expressivas que completaram.
   Jefferson chegou aos 200 jogos pelo Botafogo na vitória por 3 a 1 sobre o Atlético-MG; Antônio Carlos alcançou 50 gols na carreira no triunfo por 4 a 2 sobre o América-MG; e Herrera completou 100 gols na carreira na partida de ida da Sul-Americana, Atlético-MG 1 x 2 Botafogo. Os três ficaram orgulhosos com a homenagem e agradeceram ao clube.

Confira o vídeo da entrega abaixo:
  

Veja a foto:



Saudações Alvinegras!!!

Caio Jr exalta rodada de clássicos e convoca torcida do Botafogo para o jogo contra o Flu

    A fórmula do Campeonato Brasileiro mudou. Após términos de competição sem graça, quando o campeão já estava definido rodadas antes do fim, e muitas críticas quanto ao formato sem final, vigente desde 2003, uma pequena alteração na escala de jogos promete trazer mais emoção ao Brasileirão: a rodada final recheada de clássicos. Assim, neste fim de semana, a tensão e a vibração dos duelos entre os maiores rivais de cada região estará presente em todos os estados do país. No Rio, Fluminense e Botafogo se enfrentam no sábado e Vasco e Flamengo no domingo, no jogo que encerra o primeiro turno da competição. Para o técnico Caio Júnior, do alvinegro, o Brasileirão vai "pegar fogo".
    "Acho que foi muito inteligente terminar o campeonato assim. Eu acho que vai ser emocionante, vai ser uma rodada para o torcedor. O campeonato está precisando disso, uma rodada que pegue fogo, que chame atenção, que leve o torcedor ao estádio. O campeonato está muito bom, tem muita gente brigando pelo título e está bem interessante", analisou o comandante do Glorioso.
    Para ganhar vantagem nessa disputa, Caio Júnior convocou a torcida do Botafogo a lotar o Engenhão. O treinador acredita que a força da arquibancada será o fator de desequilíbrio no clássico, e que o resultado do jogo irá influenciar diretamente o bom andamento da equipe no campeonato.
   "É um jogo em que eu considero fundamental o papel do torcedor para incentivar esse jogadores, que merecem um apoio. É um clássico, e na sequência você tem um Palmeiras, que é um confronto direto. É um momento crucial e fundamental para uma luta pelos primeiros lugares. A gente está terminando o 1º turno com 31 pontos, uma pontuação muito boa. É um momento decisivo e é muito importante o torcedor entender isso no sábado", disse o treinador.
    Para não perder força na partida contra o Fluminense, o técnico escalou um time com muitos reservas para o jogo da última terça, contra o Atlético-MG, pela Copa Sul-Americana. Após vencer por 1 a 0 e se classificar para a próxima fase da competição, Caio Júnior foca o treinamento da semana na recuperação dos jogadores.
    "O trabalho para esse jogo vai ser todo voltado para recuperação. Na sexta teremos a posição de todos em relação ao estado físico. Mas nesse jogo temos que ter uma equipe muito mais descansada, com uma força maior".
    O Botafogo está em quinto lugar no Brasileirão, com 31 pontos, seis atrás do líder Corinthians. O Tricolor carioca está um pouco abaixo na tabela, em 9º lugar, com 25 pontos. Os times brigam para conseguir mais três pontos em casa e a moral de vencer um clássico às 18h de sábado, no Engenhão.


Saudações Alvinegras!!!

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Botafogo está invicto no Engenhão em jogos pelo Campeonato Brasileiro

    Botafogo e Engenhão é uma combinação que vem dando certo neste Campeonato Brasileiro. O time mandou nove jogos no estádio: venceu sete, empatou dois e não perdeu nenhum, com um aproveitamento de 85,1%. Os empates aconteceram contra o Flamengo, por 0 a 0, e o Atlético-GO, por 1 a 1. No restante, vitórias sobre Santos, Coritiba, Grêmio, Avaí, Vasco, América-MG e Atlético-MG. A única derrota do Botafogo como mandante foi para o Corinthians, por 2 a 0, em São Januário e, por este motivo, não entrou nas estatísticas.
    Como visitante, no entanto, o Botafogo tem uma queda vertiginosa no aproveitamento. Em oito partidas, foram quatro derrotas, dois empates e apenas duas vitórias, um aproveitamento de 33,3%.
    No ano, foram 24 partidas disputadas no Engenhão, com 16 vitórias, seis empates e apenas duas derrotas. Os únicos reveses aconteceram diante dos rivais Vasco e Flamengo, ainda pelo Campeonato Carioca.
O momento do Glorioso é magnífico. Nos últimos nove jogos, o time venceu sete e perdeu apenas dois.    Aproveitamento de 77,7%, muito acima dos 60% estipulados pelo técnico Caio Júnior como meta para manter os jogadores estimulados e focados.
    A próxima vítima poderá ser o Fluminense, no sábado, às 18h, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo será no Engenhão. Motivo de alegria para os alvinegros? Só o tempo dirá.

Saudações Alvinegras!!!

Botafogo terá a volta de Loco e mais dois para o clássico de sábado contra o Fluminense

    O Botafogo deverá ter três reforços para o clássico contra o Fluminense, sábado, às 18h, no Engenhão. Loco Abreu, Caio e Everton estão treinando fisicamente, desde o início da semana, e deverão ficar à disposição do técnico Caio Júnior.
    Loco Abreu ficou três jogos se recuperando de um estiramento no ligamento do joelho direito sofrido em uma divida no duelo com o América-MG. O jogador vem recebendo tratamento específico para voltar a tempo para o clássico. O comandante alvinegro, no entanto, dá  um chega para lá no otimismo.
    “Se o jogo fosse amanhã, o Loco não teria condições de atuar. Mas temos até sábado para decidir. Até lá, se tudo correr como esperamos, acho que ele joga”, disse Caio Júnior.
    Também no ataque, Caio, que havia torcido o tornozelo na vitória sobre o Avaí por 2 a 1, no Engenhão, pela 12ª rodada do Brasileirão, está recuperado e só não jogou pela Copa Sul-Americana na quarta-feira porque não estava inscrito na competição.
    “O Caio está clinicamente curado e vai para o jogo. A partir de agora temos mais uma grande opção na frente”, afirmou o treinador.
    O meia Everton teve uma contusão um pouco mais séria. O jogador teve que passar por uma cirurgia no  ombro esquerdo e está sem jogar desde o dia 7 de julho, no empate contra o Atlético-GO, no Engenhão.
“Fiquei triste que vinha com uma boa sequência de jogos. Mas acredito em uma volta por cima. Agora é trabalhar”, disse.

Saudações Alvinegras!!!

Caio Júnior reclama da maratona de jogos e afirma: "É desumano jogar a cada três dias

    O técnico Caio Júnior reclamou demais do pouco tempo de descanso que os jogadores estão tendo com a maratona de jogos do Brasileirão e da Copa Sul-Americana. O treinador optou por poupar o volante Renato e o zagueiro Antônio Carlos na vitória sobre o Atlético-MG, por 1 a 0, nesta terça-feira, no Engenhão, e acredita que a decisão foi acertada.
    “É desumano colocar os jogadores para jogarem de três em três dias. O desgaste foi muito grande. Jogadores que têm capacidade física natural sentiram. A tendência é essa. A ideia de poupar os dois (Renato e Antônio Carlos) deu certo e teremos os dois inteiros no sábado”, disse.
    Na sequência do campeonato Brasileiro, o Botafogo terá que disputar cinco jogos em 16 dias, uma média de um jogo a cada três dias. Segundo Caio Júnior, nenhum jogador entrará em campo se não estiver 100% fisicamente.
    “Teremos cinco jogos do Brasileiro em uma sequência terrível, só vai entrar quem estiver inteiro. Não é fácil, entra o lado psicológico da pressão de ganhar, do cansaço mental de estar concentrado. Jogo atrás de jogo, viagem atrás de viagem. Essa maratona de jogos é horrível para o futebol brasileiro”, afirmou.
    A torcida do Botafogo, em alguns momentos, chegou a vaiar a atuação do time. O treinador, mais uma vez, colocou a “culpa” no desgaste físico intenso que os jogadores estão sendo submetidos.
    “Os jogadores tentam correr, fazer a jogada, mas tem hora que o corpo já não responde. Eu acho um absurdo essa quantidade de jogos seguidos. Vamos ter que encontrar soluções para isso”, disse.
    O único gol da partida foi marcado por Herrera, de pênalti. O Botafogo enfrente o Fluminense neste sábado, às 18h, no Engenhão, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Saudações Alvinegras!!!

Elkeson comemora vitória mas já pensa no Fluminense: "Será um jogo muito difícil"

    O Botafogo venceu o Atlético-MG, nesta terça-feria, por 1 a 0, no Engenhão, e se classificou para a próxima fase da Copa Sul-Americana. O meia Elkeson, destaque da partida, achou o resultado importante mas reclamou de cansaço ao fim do jogo:
    "Foi uma partida difícil e desgastante, devido a maratona de jogos. Nossa intenção é dar um passo de cada vez. Superamos o cansaço, ganhamos do Atlético, mas o nosso foco agora tem que ser no Fluminense, nosso adversário de sábado, pelo Brasileirão. Nossa equipe está num crescente e temos que manter isso".
    Autor do gol único da partida, o argentino Herrera ficou satisfeito porque o time conseguiu superar a forte marcação do Galo e conseguiu se classificar para as oitavas-de-final da Copa Sul-Americana:
    "A copa dá prestígio internacional e queremos brigar pelo título. Agora a página virou e temos que pensar apenas no Fluminense", afirmou.
    O Botafogo volta a campo no próximo sábado para enfrentar o Fluminense, às 18h, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Saudações Alvinegras!!!

Botafogo vence Atlético-MG por 1 a 0, mantém freguesia e se classifica na Copa Sul-Americana

Botafogo 1 x 0 Atlético-MG

    O Botafogo venceu o Atlético-MG por 1 a 0, nesta terça-feira, no Engenhão, e se classificou para a fase internacional da Copa Sul-Americana. O gol da partida foi marcado por Herrera, de pênalti.
    O técnico Caio Júnior poupou apenas dois jogadores para o confronto: o volante Renato e o zagueiro Antônio Carlos. Com a volta de Herrera, Alex voltou para o banco de reservas. Já no Atlético-MG, o técnico Cuca fez várias mudanças. Magno Alves, Mancini,  Bernard e Lima foram barrados. Jonatas Obina, Caio, Eron e Réver entraram na equipe.
    Com a vantagem a seu favor, o Botafogo, que venceu o primeiro duelo, em Ipatinga, por 2 a 1, esperou o Atlético-MG sair para o jogo. Os mineiros foram corajosos e partiram para cima criando algumas oportunidades, principalmente em chutes de fora da área. Aos 12 minutos, o volante Dudu Cearense sentiu uma lesão na coxa direita e foi substituído por Mancini. A partir deste momento, o time mineiro caiu muito de produção e não teve mais nenhuma grandes chance de gol.
    O Botafogo estava muito mal na partida, tanto que era possível escutar vaias de sua torcida aos 34 minutos. O Atlético-MG tocava a bola, mas não conseguia criar uma boa oportunidade. A primeira finalização ao gol do Botafogo veio apenas aos 43 minutos, em uma cobrança de falta de Elkeson que Renan Ribeiro espalmou para escanteio. Quando o jogo parecia se encaminhar para o intervalo, Herrera recebeu a bola e foi empurrado por Leonardo Silva. O árbitro interpretou que a falta aconteceu dentro da área e marcou o pênalti. O argentino foi para cobrança e fez o gol, 1 a 0.
    Na volta do intervalo, o técnico Caio Júnior sacou Felipe Menezes e Cortês e lançou Alex e Márcio Azevedo. O Botafogo melhorou e com cinco minutos do segundo tempo o time já havia criado duas oportunidades de gol, com Alex e Elkeson. O técnico Cuca tentou tornar o time mais ofensivo. Voltou com a dupla de ataque do último jogo, colocando Magno Alves no lugar de Jônatas Obina, ao lado de Guilherme, e Daniel Carvalho na vaga de Richarlyson. Mas os donos da casa estavam melhor na segunda etapa e Elkeson quase fez um gol de placa ao driblar três jogadores e tocar para fora na saída de Renan Ribeiro.
    O Atlético-MG partiu para cima na base da vontade e, após cobrança de escanteio, Magno Alves cabeceou na trave. O atacante teve ainda mais duas oportunidades claras de gol, mas acabou desperdiçando. O Botafogo só aparecia no ataque com lances de lucidez de Elkeson e Alex. Mancini, aos 43 minutos, ainda fez o gol, mas em posição irregular. O tempo foi passando e, com a classificação mais distante, os mineiros perderam a motivação. Os torcedores botafguenses puderam comemorar mais uma vitória sobre o freguês atleticano.
    Os clubes voltarão suas atenções para o Campeonato Brasileiro. O Botafogo terá o Fluminense pela frente, neste sábado, às 18h, no Engenhão. O Atlético-MG, por sua vez, também terá um clássico para disputar contra o Cruzeiro, neste domingo, às 18h, na Arena do Jacaré.

Veja o gol:

Saudações Alvinegras!!!

"Laser" vindo das arquibancadas rende multa de R$ 1 mil ao Botafogo

Incidente ocorreu na vitória alvinegra sobre o Avaí, por 2 a 1, no Engenhão, pela 12ª rodada

   O Botafogo foi a mais nova "vítima" de uma punição pelo uso de “laser” em estádio. Nesta terça-feira, dia 24 de agosto, o Alvinegro foi julgado e condenado pelo uso do dispositivo luminoso por parte de sua torcida na vitória diante do Avaí, no Engenhão, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. A unanimidade da Segunda Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) multou o clube carioca em R$ 1 mil.
   O advogado do Botafogo, Aníbal Rouxinol, afirmou em sua defesa que entende que deve haver uma reeducação da torcida em relação ao uso de laser.
   "A denúncia já gerou efeito, pelo menos para o Botafogo. Foi a primeira em relação à torcida do Botafogo. Tivemos uma reunião e o locutor do estádio do Engenhão vai falar sobre isso e levaremos de todas as formas ao conhecimento do público que usar o laser prejudica o clube", explicou o defensor, que apresentou na sessão uma caneta com laser, alegando que não tem como proibir o torcedor de entrar no estádio com tal objeto.
    Mesmo após pedir a absolvição do clube, o defensor viu todos os auditores da Segunda Comissão Disciplinar condenarem o clube com uma multa de R$ 1 mil.
   Na parte esportiva, o Botafogo se prepara para enfrentar o Atlético/MG pelo jogo da “volta” da Copa Sul-Americana nesta terça-feira, dia 24. Depois de vencer o Galo em Minas Gerais por 2 a 1, o time carioca leva uma boa vantagem para a partida do Engenhão. No campeonato nacional, o time do técnico Caio Júnior tenta manter a boa fase e faz o clássico com o Fluminense, no sábado dia 27.

Saudações Alvinegras!!!

Maicosuel é punido no STJD, mas não desfalca o Botafogo no clássico

Jogador foi suspenso por uma partida, mas já cumpriu o gancho e poderá pegar o Fluminense

   O técnico Caio Jr. não terá o desfalque de um importante jogador para as próximas partidas do Botafogo no Campeonato Brasileiro. Após decisão por maioria de votos da Segunda Comissão Disciplinar, o meia-atacante Maicosuel foi suspenso por uma partida – já cumprida – no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) na noite desta terça-feira, dia 23 de agosto. Isso deixa o jogador alvinegro livre para estar em campo no clássico com o Fluminense, no domingo, dia 27.
   Na partida entre Figueirense e Botafogo, no dia 3 de agosto, vencida pela equipe catarinense, o árbitro informou na súmula que, pouco antes dos acréscimos, aos 44 minutos da segunda etapa, Maicosuel recebeu cartão amarelo por reclamação, mas continuou a protestar, chegando a chamá-lo de fraco. Assim, recebeu o segundo amarelo, sendo excluído do jogo.
   Maicosuel respondeu ao artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), por “assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética”, no qual a pena pode chegar a seis jogos de suspensão.
O advogado do Botafogo, Aníbal Rouxinol, pleiteou pela absolvição do jogador durante o julgamento. "O atleta Maicosuel foi expulso apenas porque recebeu o segundo cartão amarelo. O árbitro não relatou qualquer tipo de reclamação mais acintosa como ofensa. A defesa vem requerer a absolvição do jogador".
   O relator Jonas Lopes Carvalho Neto votou por aplicar apenas uma advertência a Maicosuel. Em seguida, Otacílio Araújo votou por suspender o jogador do Botafogo por uma partida. Marcelo Tavares acompanhou a decisão do gancho mínimo, assim como Francisco Pessanha. O presidente Paulo Valed Perry acompanhou o relator, mas também ficou como voto vencido.

Saudações Alvinegras!!!

Túlio mira gol 995 e até Libertadores pelo Bonsucesso: Rei do Rio voltou

     Com as pompas dos momentos gloriosos da carreira, Túlio Maravilha voltou ao Rio após seis anos. Cercado por flashes, repórteres e amigos, o veterano atacante foi apresentado pelo Bonsucesso - com o qual assinou contrato até o fim do ano - em uma churrascaria na Barra da Tijuca, na Zona Oeste. Mais contente e irreverente do que nunca, enfatizou que o projeto dos mil gols está em sua fase final: segundo o artilheiro, que soma, segundo suas contas, 967, o clube suburbano será o penúltimo de sua trajetória. Depois, quando atingir o número 995, o Botafogo será o destino.
    Do relativo ostracismo na Segundona de Goiás ou de jogos festivos por praças menores pelo país, Túlio agora aposta em atrair bons públicos para a Copa Rio e, se renovar o vínculo para o primeiro semestre de 2012, para o Campeonato Carioca também, já que o Alvianil acaba de retornar à elite. Na base da brincadeira, ele propõe objetivos ambiciosos antes de retornar ao Glorioso para realizar o sonho de anotar os últimos gols no Engenhão.
    - O Rio é a minha casa, a minha cara, estou muito feliz. É um projeto audacioso, a longo prazo, de uma equipe de Primeira Divisão agora. O objetivo é ser campeão da Copa Rio e, com a conquista, já aviso que preferimos a vaga na Copa do Brasil do que a na Série D do ano que vem, porque assim podemos ter acesso à Libertadores. É ano do centenário do Bonsucesso. Tudo pode acontecer. É uma competição (a Copa do Brasil) feita para clubes médios mesmo, não tenho porque não acreditar. Minha carreira é feita de desafios - colocou Túlio, artilheiro do Estadual em 1994 e 1995, pelo Botafogo, e em 2005, última passagem pela cidade, pelo Volta Redonda, quando foi vice-campeão e já tinha 36 anos de idade.
    Nas figuras do presidente Zeca Simões, do vice Alcides Antunes, ex-Flu, e de investidores, o Bonsucesso espera aproveitar o marketing que envolve a marca do Maravilha e reviver os bons tempos, perdidos entre as décadas de 80 e 90. Tanto que o mandatário já fez o convite para o jogador seguir sua carreira depois do milésimo gol. Túlio, no entanto, descarta.
    - Vamos por etapas. Já está difícil fazer 968, imagine chegar a mil e ainda continuar depois! Ninguém quer levar gol do Túlio, rapaz, só eu sei como é. Mas o bom é que a imprensa carioca, que sempre me deu carinho e me aturou, vai ter muito o que falar. Podem contar comigo, porque o Rei do Rio voltou! - provocou, em alusão ao apelido usado por craques aposentados como Romário e Renato Gaúcho, contemporâneos dele, e desafiando nomes como Ronaldinho, do Fla, Loco Abreu, do Botafogo, Fred, do Flu, e Diego Souza, do Vasco.
    A dedicação será total à reta final da carreira, segundo o atacante, que anunciou que pedirá afastamento do cargo de vereador em Goiânia, que ocupa desde 2008, por razões logísticas.

    Teleférico da Leopoldina

    Túlio estendeu a língua afiada e a fanfarronice na hora de contar que já tem ideia para o nome para o primeiro gol que fará com a camisa alvianil e que ele quer que seja o novo apelido do embalado clube.
    - Será uma homenagem: é o Teleférico da Leopoldina (referência no bairro do clube). O Vasco tem o Bonde da Colina (confundindo com o Trem-Bala da Colina) e o Flamengo, o Trem-Bala Sem Freio (também trocando com o Bonde do Mengão Sem Freio), não é? Então, pronto - disse, arrancando risadas de todos os presentes.
    Com o Bonsucesso, o artilheiro avisou que passa a ter 25 clubes na lista. Para os que contam mais de 30, ele rebate com a alegação de que partidas festivas não representam sua contratação oficial. Os gols, curiosamente, são validados com precisão e rigor...
    - Esse ano joguei pela Canedense-GO e pelo Botafogo-DF, e meu último gol foi em 2 de agosto. Para os que duvidam dos 967 até aqui, lembro que até o Pelé contou jogos não-oficiais. Devo ter uns 700, talvez, mas 200 ou 300 a mais não fazem diferença (risos).
 
    Reencontro com o Botafogo
  
   Mais próximo ao clube que o consagrou, Túlio não esconde a admiração e a vontade de rever a torcida alvinegra. Ainda assim, por mais que repita o termo "Fogão" diversas vezes, afirmou que se tiver de encarar um duelo, comemorará os gols eventualmente marcados.

   - Já joguei contra o Botafogo pelo Vitória, fiz gol e comemorei normalmente. Pelo Flu, não lembro, mas não acho que vá acontecer. Vamos tentar renovar, mas o foco do projeto é chegar em 995 gols. A contagem progessiva é o objetivo. Aí, sim, o presidente Mauricio Assumpção já sabe que eu vou. Só não pode acontecer de não ser reeleito. Por isso, desde já, ele tem meu voto - brincou.
    Do relativo ostracismo na Segundona de Goiás ou de jogos festivos por praças menores pelo país, Túlio agora aposta em atrair bons públicos para a Copa Rio e, se renovar o vínculo para o primeiro semestre de 2012, para o Campeonato Carioca também, já que o Alvianil acaba de retornar à elite. Na base da brincadeira, ele propõe objetivos ambiciosos antes de retornar ao Glorioso para realizar o sonho de anotar os últimos gols no Engenhão.
    - O Rio é a minha casa, a minha cara, estou muito feliz. É um projeto audacioso, a longo prazo, de uma equipe de Primeira Divisão agora. O objetivo é ser campeão da Copa Rio e, com a conquista, já aviso que preferimos a vaga na Copa do Brasil do que a na Série D do ano que vem, porque assim podemos ter acesso à Libertadores. É ano do centenário do Bonsucesso. Tudo pode acontecer. É uma competição (a Copa do Brasil) feita para clubes médios mesmo, não tenho porque não acreditar. Minha carreira é feita de desafios - colocou Túlio, artilheiro do Estadual em 1994 e 1995, pelo Botafogo, e em 2005, última passagem pela cidade, pelo Volta Redonda, quando foi vice-campeão e já tinha 36 anos de idade.
    Nas figuras do presidente Zeca Simões, do vice Alcides Antunes, ex-Flu, e de investidores, o Bonsucesso espera aproveitar o marketing que envolve a marca do Maravilha e reviver os bons tempos, perdidos entre as décadas de 80 e 90. Tanto que o mandatário já fez o convite para o jogador seguir sua carreira depois do milésimo gol. Túlio, no entanto, descarta.  
    A estreia está marcada, a princípio, para São João da Barra, no dia 3 de setembro. Mas a direção do Bonsucesso quer transferir o jogo para o Leônidas da Silva. O nome do estádio do clube, aliás, é a inspiração para a forma como ele projeta seu milésimo gol.
    - Nada de calcanhar ou pênalti. Prefiro que seja com a bola rolando e que seja uma novidade. Poderia ser de bicicleta, como o inventor Leônidas, que começou a carreira no clube. É de bicicleta para cima, anota aí (risos). Só não pode ser contra o Bonsucesso! - lembrou, sendo rebatido de imediato pelo presidente.
    - Ah, seria uma honra entrarmos para a história. Se quiser fazer aqui ou contra, tudo bem - ponderou Zeca Simões, em êxtase pelo acerto e de olho em rendas gordas.
    - Estamos prontos para ajudar o Túlio. Vamos ver no que esse projeto vai dar com uma confiança grande. O Bonsucesso não vai voltar mais para a Série B. Valorizaremos o Túlio na Copa Rio, a própria Federação está muito feliz com o impacto que isso terá no torneio. E, se em dez jogos, ele fizer 999, vai meter o milésimo pelo Bonsucesso mesmo - divertiu-se.
    Competição-alvo do atacante, a Copa Rio não conta com os quatro grandes clubes do Rio, mas terá a presença de equipes de tradição, como América, Madureira, Volta Redonda, Olaria e Bangu, por exemplo. Ela vai de setembro a novembro.

Saudações Alvinegras!!!

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Ingressos para Botafogo x Atlético-MG já estão à venda

   Começou nesta segunda-feira a venda de ingressos para a partida de volta da Copa Sul-Americana entre Botafogo e Atlético-MG. A partida será às 20h15m desta terça-feira, no Engenhão.
    Nas sedes do Botafogo, a venda será de 10h às 17h. O preço varia de R$ 20 a R$ 30. Torcedor do plano Sou Botafogo Super VIP e VIP têm acesso pelo setor Oeste Inferior, enquando Sou Botafogo Acima de Tudo pelo Oeste Superior e Sou Botafogo Fanático pelo Leste Inferior. O setor Sul está destinado à torcida do Atlético-MG. Há gratuidade para menores de 12 anos, idosos e deficientes em todos os setores e meia-entrada para estudantes. O setor Norte não funcionará nesta partida.
    No primeiro jogo entre Botafogo e Atlético-MG, o Alvinegro levou a melhor, com placar de 2 a 1.

Preços:

Oeste Superior: R$ 20 (R$ 10 meia) - Botafogo
Oeste Inferior: R$ 30 (R$ 15 meia) - Botafogo
Sul: R$ 20 (R$ 10 meia) - Atlético-MG
Leste Superior: R$ 20 (R$ 10 meia) - Botafogo
Leste Inferior: R$ 20 (R$ 10 meia) - Botafogo

Postos de venda:

(www.botafogo.com.br e www.futebolcard.com)
General Severiano, Caio Martins e Stadium Rio (Bilheteria Norte)
Clube Casa de Viseu – Rua Carlos Chambelland, 40 – Penha Circular
São Januário - Rua General Almério de Moura ,131 (Bilheteria 11)
Laranjeiras - Rua Álvaro Chaves, 41
Casa da Vila da Feira - Rua Haddock Lobo 195 - Tijuca
Rua Conde de Bonfim, 229 loja 301 - Agência de turismo Eklética - Tijuca
Rua General Góis Monteiro, 195 - Posto de gasolina Ale - Botafogo
Av. Joaquim Costa Lima, 5.271 - Posto de gasolina Ale - Parque Veneza

Por: GLOBOESPORTE.COM

Saudações Alvinegras!!!

Com boa vantagem, Botafogo recebe Atlético-MG no jogo de volta da Copa Sul-Americana

    Botafogo e Atlético-MG voltarão a se enfrentar nesta terça-feira, às 20h15, no Engenhão, pela Copa Sul-Americana. No último sábado, os cariocas venceram os mineiros por 3 a 1, pelo Campeonato Brasileiro.
No primeiro jogo pela competição internacional, em Ipatinga, o Atlético-MG perdeu por 2 a 1. Os gols da partida foram marcados por Herrera e Maicosuel para os visitantes, enquanto Richarlyson descontou para os mandantes. Com o resultado, o Botafogo pode perder por até um gol de diferença que estará classificado.
    O técnico Caio Júnior decidiu poupar o volante Renato. Após realizar alguns exames, ficou constatado que o jogador apresentava um cansaço muscular. O mesmo poderá acontecer com outros jogadores, como Maicosuel. Lucas Zen deverá ser o titular no meio campo.
    Já o Atlético-MG vive um momento complicado na temporada, tentando salvar a única chance de título do ano. Além de toda a pressão pelos resultados negativos, o galo não vence há sete jogos, sendo seis pelo Campeonato Brasileiro e um pela Sul-Americana. O retrospecto negativo de Cuca também preocupa. Desde que assumiu a equipe, o time perdeu os quatro jogos que disputou.
    Para o jogo desta terça-feira, o Atlético-MG terá apenas seis atletas no banco de reservas, incluindo um goleiro, já que o atacante André foi cortado por lesão. Por opção do técnico Cuca, nenhum outro atleta inscrito na competição foi acionado para se juntar à delegação no Rio de Janeiro.

BOTAFOGO X ATLÉTICO-MG

DATA: 23/08/2011 (terça-feira)
HORÁRIO: 20H15 (Brasília)
LOCAL: Engenhão (Rio de Janeiro)
ÁRBITRO: Wilson Luiz Seneme (Fifa/SP)
AUXILIARES: Altemir Haussman (Fifa/RS) e Emerson de Carvalho (Fifa/SP)

Botafogo: Jefferson, Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Cortês; Marcelo Mattos, Lucas Zen, Felipe Menezes e Maicosuel; Herrera e Alex.
Técnico: Caio Júnior

Atlético-MG: Renan Ribeiro; Réver, Leonardo Silva e Werley; Serginho, Dudu Cearense, Fillipe Soutto, Caio e Richarlyson; Magno Alves e Guilherme
Técnico: Cuca

Saudações Alvinegras!!!

Botafogo tem 100% de aproveitamento contra o Atlético-MG em jogos pela Copa Sul-Americana

    O Botafogo terá pela frente, mais uma vez, o Atlético-MG, nesta terça-feira, às 20h15, no Engenhão, pela Copa Sul-Americana. Enfrentar este adversário, nos últimos anos, tem sido motivo de felicidade para os botafoguenses. Para se ter uma ideia, o alvinegro carioca nunca perdeu para os mineiros na competição internacional. Foram três jogos com três vitórias.
    É a segunda vez que ambas as equipes se enfrentam na Copa Sul-Americana. Na primeira oportunidade, em 2008, o Botafogo venceu nas duas oportunidades: 5 a 2 no Mineirão, e 3 a 1 no Engenhão.
    Na partida de ida da edição deste ano, mais um triunfo carioca, desta vez, em Ipatinga, por 2 a 1. Os gols dos visitantes foram marcados por Herrera e Maicosuel, enquanto Richarlyson descontou para os donos da casa.
    Saindo das estatísticas da competição internacional, para uma mais geral, o Botafogo continua em vantagem. Nos últimos 21 confrontos contra o galo, o time da estrela solitária venceu 14, empatou seis e perdeu apenas um.
    O fato de ter jogado duas vezes contra este adversário neste ano preocupar Caio Júnior. Segundo o treinador, os atleticanos levam vantagem, já que o Botafogo não muda a forma de jogar, o que não acontece com os mineiros.
    “É muito complicado isso. O time deles ainda não se acertou e, por isso, vem fazendo muitos testes. Não sei como o Atlético-MG vai entrar na partida. Eles sabem como vamos jogar, pois encontramos nossa forma de atuar”, disse.
    Para a partida desta terça, o treinador decidiu poupar o volante Renato, assim como fez no jogo de ida. Maicosuel é outro jogador que também poderá receber um descanso, já que vem se queixando de cansaço durante as últimas partidas.

Saudações Alvinegras!!!

Por motivos físicos, Maicosuel poderá ser opção no banco do Botafogo pela Sul-Americana

    Maicosuel lesionou-se em setembro de 2010, contra o Vasco, em um jogo disputado pelo Campeonato Brasileiro. Cerca de seis meses depois, o jogador voltou ao time e foi determinante para a vitória do Botafogo no amistoso contra o Friburguense, por 1 a 0. A cirurgia feita no joelho, no entanto, ainda preocupa. Segundo Caio Júnior, o jogador pode ficar no banco de reservas na partida contra o Atlético-MG, nesta terça-feira, às 20h15, no Engenhão, pela Copa Sul-Americana.
    “O Maicosuel tem esse problema da cirurgia. Foi feita há pouco tempo e isso é perigoso. Ele já vem atuando direto um bom tempo e isso não é bom. Ele voltar jogando de seis em seis dias é uma coisa, mas de três em três é complicado”, reclamou.
    Por desgaste físico, o meia poderá ficar no banco de reservas e entrar durante a partida. Caio Júnior tentou despistar dando nomes de outros jogadores que também poderão ser descansados na partida:
    “Não é só o Maicosuel, tem também o Elkeson e o Felipe Menezes, que vinha de um longo período sem jogar na Europa. Enfim, vou esperar até a partida para revelar isso”, disse.
No jogo de ida da Sul-Americana, o Botafogo venceu o Atlético-MG por 2 a 1, em Minas Gerais, e poderá perder por até um gol de diferença que se classificará para a fase internacional da competição.

Saudações Alvinegras!!!

Jobson está fora do Bahia e dirigente do Botafogo nega retorno ao clube

    Após mais um ato de indisciplina o atacante Jobson não jogará mais pelo Bahia. O atacante, que este ano já se transferiu para Atlético-MG e para o clube baiano, não poderá ter mais uma transferência interestadual ou internacional. O gerente de futebol do Botafogo, Anderson Barros, explicou a situação do jogador com o clube carioca.
    “O Jobson é jogador do Botafogo, mas está emprestado ao Bahia. Se o Bahia quer rescindir o contrato com o jogador, terá que ter a nossa autorização. No Botafogo ele não pode mais jogar este ano, só no Duque de Caxias”, disse.
    O futuro de Jobson continua indefinido. O representante do jogador, Antenor Joaquim, disse em entrevista por telefone a reportagem do UOL Esporte, que Jobson, possivelmente, não jogará mais este ano e que deve esperar pelo resultado do julgamento no CAS (Corte Arbitral Superior).
    “Jobson já fez quinze partidas pelo Bahia e agora não pode mais defender outro clube na Série A. Só da segunda divisão. Isso pode mudar, mas ele não deve disputar o Campeonato Brasileiro. Nós vamos aguardar o resultado do julgamento, que sai em setembro. É essa a decisão que estamos esperando. Depois é outra história”, disse.
    A torcida do Botafogo nunca escondeu o desejo de ter Jobson de volta ao clube. Durante o julgamento do atleta, em junho, na Suíça, os botafoguenses fizeram várias manifestações em apoio ao atacante.

Saudações Alvinegras!!!